Difícil escrever sobre nossa própria trajetória e não perder objetividade ou até ser impreciso. A Taunting Glaciers começou como um projeto solo meu (Swan), que logo com o apoio da minha ainda-não-esposa e alguns amigos tomou corpo e se tornou algo que hoje é uma grande parte da minha existência.


Em junho de 2013 coloquei no ar um EP de 4 sons que logo ganhou atenção na minha plataforma de escolha (que foi o Bandcamp) e se tornou o #22 trabalho mais ouvido de post-hardcore daquele ano no mundo inteiro. Dali já me parecia difícil ir mais longe, mas eis que surge a oportunidade, via Alexandre Machado, de nos tornamos parte da Hearts Bleed Blue, selo de SP que naquele ano era um lance que nem sonharíamos em fazer parte.

De lá pra cá foram 2 álbuns de estúdio que me enchem de orgulho, vários singles e EP’s que figuraram como parte do Converse Rubber Tracks, G1, Festival DoSol, Bananada, Shows nacionais e internacionais com Saosin, Circa Survive, Dance of Days, Hateen, Black Days, Magüerbes, desde Fortaleza no Ceará, até Florianópolis aqui em Santa Catarina em mais de 100 shows.

Para alguns isso pode parar o trivial porém em nossa estrutura social, econômica e familiar, isso significa o mundo. E temos muito a agradecer à todos vocês que pararam 1 minuto que seja para dar atenção a esse projeto-vida. E não vamos parar por aí. Esse ano tem mais mesmo que em distanciamento social...

 
Não há eventos programados no momento
 
 

Fala com a gente

  • YouTube
  • Instagram
  • Facebook
  • Pinterest
 
  • YouTube
  • Instagram
  • Facebook
  • Pinterest

©2020 por Taunting Glaciers.